quinta-feira, 28 de maio de 2015

Distribuição Geográfica da População com Alta Renda em São Paulo

Tomamos como objeto para representação da alta renda na cidade de São Paulo os responsáveis por domicílios com renda acima de 20 salários mínimos na segundo o censo demográfico do IBGE de 2010. Fenômeno muito interessante, na maior parte dos setores censitários sequer existe um único registro, por outro lado em algumas regiões da cidade representam o maior extrato dos responsáveis pelo domicilio.
A forma como o fenômeno está distribuído nos levou a optar por um método adequado a fenômenos dispersos. Escolhemos a representação por densidade de pontos.Esse método permite a visualização de valores absolutos, seja numa proporção 1:1 ou 1:n sabe-se exatamente quanto cada ponto no mapa representa em termos de ocorrências. Além da visualização, essa forma também permite conhecer padrões de agrupamento do fenômeno, vazios dessa ocorrência e vetores principais (Martinelli, 2014).

Até aqui a cartografia temática nos trouxe com bastante segurança, observando fenômeno de alta renda e obtendo uma resposta precisa e instantânea sempre que o mesmo aparece de forma dispersa. Porém há situações de adensamento para alta renda em uma cidade como São Paulo. Nessa circunstância perde-se em leitura instantânea.

Figura 1: Setores vizinhos porém com características distintas, a leitura não é instantânea

O patamar atual da tecnologia tem permitindo uma cartografia temática dinâmica, em que os agrupamentos de dados podem variar conforme a escala e concentrações do fenômeno no território, bem como o método de representação, que variou entre densidade de pontos e símbolos proporcionais.
Apropriando-me dos recursos da tecnologia ESRI, construí uma aplicação para a visualização da densidade dos pontos relacionados a indivíduos com alta renda na cidade de São Paulo, inicialmente na proporção de 1:1 que passaram a ser clusterizados de acordo com as necessidades de leitura da informação pelo usuário. Combinando uma representação de densidade de pontos com símbolos proporcionais.
A aplicação ainda apresenta a informação numérica sobre o total de pessoas com esse perfil, valor mínimo nominal de renda encontrado na região, médio e máximo, tudo isso para cada visualização.


Visualize em: http://goo.gl/x6P6gS

Na aplicação acima temos um exemplo do poder síntese da realidade que os mapas possuem, potencializado pela evolução do GIS (Geography Information System) e pela disseminação das aplicações de mapas na Internet. Qual o valor dessa informação para os negócios relacionados ao público de alta renda? Sua empresa ou organização utiliza o potencial da geografia nos seus processos de negócio? Informação é chave para o sucesso no mundo dos negócios e a análise geográfica vem cada vez mais fazendo parte do ambiente de trabalho dos tomadores de decisão. Das grandes navegações aos dias atuais os mapas sempre foram parte de negócios financeiramente bem sucedidos.

Martinelli, Marcello: Mapas, gráficos e redes: elabore você mesmo - São Paulo: Oficina de Textos, 2014

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Sistema de Referência Cartográfica - Breve Síntese


Em um processo de troca de conhecimentos com colegas da área de bancos de dados, fiquei com a tarefa de gerar uma pequena apresentação sobre sistemas de referência cartográfica. Deixo agora a disposição dos leitores. 
 
  


 
Web Analytics